Caixa confirma que autoatendimento ficará fechado nos finais de semana

 

 

JOTTA PAIVA

Da Redação

Macau – A assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal (CEF) em Brasília (DF) enviou ontem nota, esclarecendo os motivos que levaram o banco a manter fechado o autoatendimento do município de Macau nos finais de semana, além de reduzir o seu funcionamento em uma hora de segunda a sexta-feira.
Segundo informou a Caixa, a revisão de horários de funcionamento dos canais de atendimento é uma medida de rotina e considera a real necessidade e efetiva utilização dos recursos disponibilizados. “Assim, há eventualmente alterações que ampliam o horário de atendimento e outras em que se diminui devido a pouca ou nenhuma utilização”, disse a assessoria.

De acordo com ela, as superintendências regionais e agências da Caixa estão permanentemente acompanhando as necessidades da população e promovendo as adequações. “Importante destacar que a Caixa conta com uma ampla rede de agências, postos de atendimento bancário, postos de atendimento eletrônico, salas de autoatendimento contíguas e não contíguas, além das unidades lotéricas e dos correspondentes ‘Caixa Aqui’ à disposição de todos os clientes”, concluiu.

A explicação não foi bem aceita pelos moradores de Macau, que continuam reclamando da medida, para eles, arbitrária, tendo em vista que os correntistas ficarão impossibilitados de acessar as suas contas durante os finais de semana ou feriados, além de não poderem utilizar os terminais de autoatendimento às 20h, em caso de necessidade.

O assessor de imprensa da Prefeitura de Macau, Arafran Peter, disse ter entrado em contato com a superintendência do órgão em Natal, e foi informado que a atitude da agência deveria ser um “equívoco”. “Ela me disse: ‘fique tranquilo que o autoatendimento da Caixa de Macau continuará funcionando'”, disse Arafran.

Para o assessor, a medida é um atraso. “A gente que vive numa cidade que está despontando para o turismo, com a reconstrução da praia, ter um banco a menos, justo no final de semana, é um retrocesso.” De acordo com Arafran, quando as agências de turismo vendem um pacote, elas também pensam nesse tipo de serviço para assegurar tranqüilidade aos clientes.

Segundo Arafran Peter, o prefeito Flávio Veras, a Câmara de Vereadores e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) devem pedir explicação à Caixa Econômica. “Os próprios lojistas ficaram revoltados; eu ouvi de vários a reclamação depois de ficar sabendo da medida”, concluiu Arafran Peter.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: